Esse ministério cumpre com o propósito da Igreja de serviço ao próximo, por isso, tem como objetivo central a promoção, coordenação e integração de atividades de serviço, através de ações específicas, voltadas prioritariamente para os membros da Igreja, no atendimento a necessidades humanas básicas.

É importante para o êxito desse ministério o acompanhamento do trabalho das suas coordenadorias, a saber: Coordenadoria de projetos sociais, Coordenadoria assistencial e Coordenadoria de apoio à família enlutada.

Havendo uma equipe multidisciplinar (psicólogos, consultoria jurídica, assistência social, dentre outros) esta, voluntariamente, se disponibilizará para tal atendimento.

Outro procedimento que se espera desse ministério, é a busca constante de informações a respeito de programas sociais que alcancem sua área de atuação para orientar e conduzir aos órgãos responsáveis pessoas necessitadas ou deles participar.

O Ministério de Ação Social, em cooperação com outros ministérios, também deve desenvolver projetos sociais e missionários.

Esse ministério é responsável por levantar, analisar e, quando possível, suprir as necessidades, priorizando sempre os domésticos da fé.

Quando do falecimento de algum membro da Igreja, a coordenadoria de apoio à família enlutada será responsável por informar os membros da Igreja e providenciar ações necessárias em nome da Igreja.

A participação do líder e/ou seu (s) representante (s) é imprescindível nas reuniões do Conselho Ministerial com os relatórios devidamente organizados.